Vidros float: saiba quando o seu uso é recomendado

O vidro float tem sido essencial nos dias de hoje para deixar o ambiente com um ar mais moderno. Ele é praticamente invisível aos olhos e é encontrado no mercado para a fabricação de vidros utilizados em nosso dia a dia.

Diversos utensílios domésticos, veículos, móveis, eletrodomésticos e até mesmo a construção civil utilizam o vidro float em sua composição.

Essas inúmeras oportunidades de criação só são possíveis por conta de todas as características que o vidro possui.

Este mercado é muito amplo e por isso oferece materiais que podem ser usados como segurança, como por exemplo o vidro temperado e o laminado.

Ele é composto por sílica (areia), potássio, alumina, sódio (barrilha), magnésio e cálcio.

Como surgiu o vidro float

Este sistema surgiu na Grã Bretanha por volta dos anos 1950. Seu processo foi criado por Alastair Pilkington e funciona da seguinte maneira: a massa de vidro é derramada em banho de estanho derretido e isso faz com que o vidro fique boiando sob ele. É justamente por este motivo que recebe o nome de “float”, que em tradução livre significa flutuador.

Esse processo é muito importante para que o vidro possa ser criado em diversas espessuras diferentes. Antigamente, isso não era possível, porém, isso mudou, e hoje a fabricação é muito mais maleável.

Em resumo, o vidro float é simplesmente aquele que fica plano e é a base para todos os outros, o temperado, o laminado, o espelho e o curvo.

Vantagens

Suas maiores vantagens são: transparência, dureza, durabilidade, não absorvência, ótimo isolador elétrico, baixa condutividade térmica etc. Outro ponto importante é que devido a sua forma de fabricação, o vidro tende a ser maleável e pode ser criado em espessuras diferentes, o que permite que seja utilizado de inúmeras formas diferentes. Após todo o processo de produção, o vidro é encaminhado aos cortadores que farão o trabalho de acordo com o necessário. Estando pronto, ele é enviado para diversas outras empresas que farão o uso adequado dele.

Para quê ele serve e onde utilizar?

O vidro float ou plano serve como base para todos os outros existentes. A sua contribuição está presente em nosso dia a dia e é possível identificar isso em diversas situações.

Muitos vidros são criados com foco em trazer segurança e bem-estar aos consumidores. Além disso, existem aqueles que possuem características autolimpantes, acústicos, inteligentes, térmicos entre outros.

Resumindo, cada um deles possui as suas particularidades e são fundamentais para etapas diferentes da nossa rotina.

Vamos a um exemplo: o autolimpante é essencial em fachadas de prédios e residências, pois o sol e a chuva conseguem limpá-lo sem a necessidade de um gasto de tempo e de dinheiro para isso.

O vidro float é muito requisitado no mercado, pois ele possui um baixo custo, resistência e fácil manuseio.

Pode ser utilizado em inúmeras aplicações diferentes: decorações, móveis, imóveis, eletroeletrônicos, eletrodomésticos, construção civil etc.

Gostou do nosso artigo? Acesse o nosso site e veja mais conteúdos que possam lhe interessar. Conheça também os nossos produtos e entre em contato conosco.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *